FECHAR
 
 
Romaria de Nossa Senhora Conquistadora: 30 anos

Neste domingo, dia 31 de outubro, celebramos a 30ª Romaria da padroeira de nossa diocese, Nossa Senhora Conquistadora. Desde a chegada dos missionários a esta abençoada terra, uma belíssima história foi escrita com uma efetiva participação de Nossa Senhora.


Na colonização do oeste do Rio Grande do Sul, à margem esquerda do Rio Uruguai, os missionários jesuítas trabalhavam ardorosamente na evangelização dos índios. Eles ensinavam os indígenas a colocar em Maria toda confiança, que grandes benefícios haveriam de alcançar de Deus, pela intercessão da Mãe de Jesus. Pe. Roque Gonzáles, quando ia em missão, carregava consigo o quadro de Nossa Senhora da Conceição e dizia: “Ela é a nossa Conquistadora! Ela nos ajudará a evangelizar e a conquistar os índios”. Ela passou a ser chamada e invocada por todos como Nossa Senhora Conquistadora.


Em 1955, Dom Luiz Felipe de Nadal, então Bispo de Uruguaiana, pediu e obteve do Papa Pio XII que Nossa Senhora Conquistadora, fosse declarada Padroeira principal da Diocese de Uruguaiana, com São Miguel Arcanjo.


Nos anos 1980 a Diocese inicia a busca por local para a construção de um Santuário. Inicialmente o local considerado apropriado foi em Itaqui, próximo à ponte do Ibicuí, porém, não se conseguiu uma área grande o suficiente. Ainda nessa época tem início a peregrinação da Imagem, passando por todas as paróquias da Diocese.


Em 1991 ocorre a primeira Romaria Diocesana, em Santo Antônio das Missões. No ano de 2003 acontece a última Romaria itinerante, em Alegrete. Em 2007 adquire-se em Uruguaiana uma excelente área para a construção do futuro Santuário. Neste mesmo ano, identifica-se o local com a Cruz de madeira, representando o Marco Referencial do Santuário. Já em 2008 surge o Altar Monumento e em 2009 foi possível celebrar ali a primeira missa. Em 2010 foi erguida a torre com uma grande cruz: nossa identidade cristã.


Em 2011 ocorre a benção da Via-Sacra do Santuário; a instalação e a benção de um Mosaico de Nossa Senhora Conquistadora no Santuário. Em 2019, é lançado o Projeto de uma capela e no ano seguinte inicia-se a sua construção em concreto pré-moldado. A construção do piso e calçadas no entorno acontece neste ano. Está previsto para 2022, janelas e portas em vidro. Todos os recursos são oriundos dos devotos de Nossa Senhora Conquistadora, através da campanha: “Casa tua e nosso templo”.


Esta 30ª Romaria tem a inspiração no Ano Vocacional Diocesano, com o tema: “Amados, chamados e enviados”. Desde a chegada dos missionários jesuítas para a primeira evangelização, Maria sempre esteve presente em nossa “Terra Santa”, como amada, chamada e enviada pelo Pai. Sua atitude de plena disponibilidade e amor pelos filhos confirma o nosso lema: “Eis me aqui, Senhor!” (cf. Lc 1,38). 


No dia da Romaria haverá celebração da Eucaristia no Santuário, às 9 horas, na modalidade drive-in e presencial restrito, com o uso obrigatório de máscara, sendo transmitida pelo Facebook da Diocese e pela Rádio São Miguel. Manifestemos nossa gratidão e amor para com Nossa Senhora Conquistadora. 


 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas