FECHAR
 
 
Fraternidade e Diálogo: Compromisso de amor

A liturgia do Primeiro Domingo do Tempo da Quaresma nos assegura que Deus quer destruir o velho mundo do egoísmo e do pecado e oferecer à humanidade um mundo novo de vida plena e eterna. Depois do dilúvio e de eliminar o pecado, Deus mantém uma linha de DIÁLOGO COM A HUMANIDADE e propõe uma Aliança de PAZ. No deserto, Jesus enfrenta as forças do mal e deixa claro que é necessário seguir o Projeto de Deus para fazer parte da nova Aliança e entrar no seu Reino. Jesus propõe, não impõe: “Convertei-vos e crede no Evangelho” (Mc 1,15).

 

“Fraternidade e diálogo” é o tema da Campanha da Fraternidade de 2021. Trata-se de um forte apelo para humanizar as relações de convivência. Este apelo se faz ainda mais necessário neste tempo de polarizações e intransigências em todas as áreas, mas de maneira especial na política e na religião. O DIÁLOGO franco e aberto é chave para se inserir no amoroso Projeto do Reino de Deus. Quem não sabe dialogar e não respeita a opinião dos outros, não reúne faculdades mínimas para interagir no amoroso Reino de Deus.

 

Considerando o lema da Campanha da Fraternidade do ano passado: “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10, 33-34), percebemos que as duas Campanhas têm uma relação profunda. O desafio é cuidar com respeito e reverência da vida, em todas as suas expressões. Significa cuidar da “casa comum”, dos outros, também dos que pensam diferente. Voltar-se para o outro com respeito e acolhida, ajudando quem se encontra em situações difíceis.

 

Assim, as palavras-chaves são CUIDADO e DIÁLOGO. Os exercícios espirituais deixados por Jesus – o jejum, a esmola e a oração –, orientam as direções em que a Campanha deve ser cultivada. O jejum indica o cuidado e diálogo consigo mesmo; a esmola com o outro, com o pobre, o doente com quem precisa de cuidado; e a oração o diálogo com Deus. As três dimensões são complementares e devem ser trabalhadas simultaneamente.

 

Como gesto concreto da Campanha da Fraternidade temos a Coleta da Solidariedade, a ser realizada no dia 28 de março. Os fiéis que desejarem, poderão fazer suas doações por meio do site doe.cnbb.org.br. Ali é possível identificar a Diocese à qual pertence, de modo que 60% de sua doação serão repassados para sua Diocese. E, como tradicionalmente acontece, os valores serão integralmente investidos em projetos sociais.



Oração da Campanha da Fraternidade 2021


Deus da vida, da justiça e do amor, nós Te bendizemos pelo dom da fraternidade e por concederes a graça de vivermos a comunhão na diversidade. Através desta Campanha da Fraternidade Ecumênica, ajuda-nos a testemunhar a beleza do diálogo como compromisso de amor, criando pontes que unem em vez de muros que separam e geram indiferença e ódio. Torna-nos pessoas sensíveis e disponíveis para servir a toda a humanidade, em especial aos mais pobres e fragilizados, a fim de que possamos testemunhar o Teu amor redentor e partilhar suas dores e angústias, suas alegrias e esperanças, caminhando pelas veredas da amorosidade. Por Jesus Cristo, nossa paz, no Espírito Santo, sopro restaurador da vida. Amém!


 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas