FECHAR
 
 
Eleições Municipais 2020

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio do Conselho Permanente, dirige ao povo brasileiro uma Mensagem de esperança e coragem, chamando à participação responsável no processo eleitoral de 2020. Afirma que os cristãos são convidados a testemunhar a razão de sua esperança (cf. 1Pd 3,15) nesse tempo de profunda crise social, econômica, política e ética que atravessa o Brasil, manifesta preocupação com a crise sanitária e se solidariza com famílias que perderam entes queridos. 

Define política, do ponto de vista ético, como o conjunto de ações pelas quais se busca uma forma de convivência entre indivíduos, grupos e nações que ofereçam condições para a realização do bem comum. E assegura que na política o protagonismo é dos leigos, ao viverem a vocação de servir. 


Indica que os prefeitos e vereadores que serão eleitos têm o dever de contribuir com ações eficazes, nos campos da saúde, educação, segurança, transporte, assistência social, moradia, direito à alimentação e proteção da família, entre outros. Darão bons frutos os políticos que priorizarem o bem comum e a vida plena, desde a concepção até a morte natural, de todos os cidadãos, sem quaisquer discriminações, nunca buscando seus próprios interesses pessoais e corporativos. 


Mostra preocupação com o uso de notícias falsas na disputa eleitoral. Como também o uso interesseiro da religião e de discursos religiosos oportunistas que tem se tornado um elemento mobilizador nas eleições. 


Quanto à aplicação das Leis da Ficha Limpa e da Compra de Votos, conquistadas com a efetiva participação da Igreja, lembra que é condição necessária para que a eleição seja justa e legítima. O abuso do poder econômico corrompe o processo eleitoral.


A Mensagem também ressalta que é tarefa de todos vigiar para que as eleições sejam democráticas e transparentes; porém, têm especial responsabilidade as instituições públicas, como a Justiça Eleitoral, nos níveis federal, estadual e municipal, bem como o Ministério Público. Após as eleições, é de fundamental importância que a comunidade eclesial se organize para acompanhar os mandatos dos eleitos e eleitas. 


Aos cristãos leigos e leigas, inspirados na fé que vem do Evangelho e explicitada na Doutrina Social da Igreja, aconselha que devem se preparar para assumir, de acordo com sua vocação, competência e capacitação, serviços nos conselhos de participação popular, como o da Educação, Criança e Adolescente, Saúde, Juventude e Assistência Social. Devem, igualmente, acompanhar as reuniões das Câmaras Municipais.


Por fim, enfatiza que em tempos de crescente desvalorização da política, o povo brasileiro precisa fazer das Eleições 2020 uma verdadeira festa da democracia, de forma que se concretize “a política melhor, a política colocada ao serviço do verdadeiro bem comum” (Fratelli Tutti, 154). 


Que Nossa Senhora Aparecida interceda pelo povo brasileiro! 


Leia a Mensagem completa da CNBB aqui.

 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas