FECHAR
 
 
De toda a Igreja subia incessantemente a oração a Deus

O Papa Francisco convocou, para maio de 2021, uma “maratona” de oração pelo fim da pandemia. A iniciativa consiste na oração do Terço em trinta Santuários, mas o desejo do Papa é envolver todos os Santuários do mundo. Para participar da maratona, os Santuários devem promover a oração do Terço junto dos fiéis, das famílias e das comunidades. Nestes locais será conduzida a recitação do Terço todos os dias. O tema da maratona de oração é: “De toda a Igreja subia incessantemente a oração a Deus” (At 12,5).


O Evangelho de Mateus nos assegura que: “Se dois de vós se unirem sobre a terra para pedir, seja o que for, o conseguirão de meu Pai que está nos céus” (Mt 18,19). Este versículo bíblico traz uma promessa capaz de suscitar uma grande esperança, pois se Deus atende a dois se estiverem de comum acordo em uma única intenção, quanto mais se um povo inteiro lhe pedir. 


Temos uma certeza ainda mais forte se o pedido chega a Deus por intercessão da “nossa Advogada”, a Mãe daquele que fez aquela promessa. Assim, esta maratona mariana convocada pelo Papa Francisco para invocar o fim da pandemia traz à tona a força da oração em tempos de perigo e pela intercessão da Virgem, a quem os cristãos recorrem desde o início da Igreja. É possível derrotar esse inimigo invisível se dobrarmos os joelhos com coração e mente voltados para Deus.


No Rosário, a Ave Maria é uma oração bíblica onde no centro está o nome de Jesus e na sua totalidade medita continuamente na vida de Jesus e de Maria. O Rosário nos remete à força do Evangelho e não deve ser recitado como se fosse um ritual mágico, mas com a intenção de nos conectar a Jesus por Maria. Com o Rosário, meditamos e revivemos o amor de Maria por Jesus. E este amor é a força que nos ajuda a vencer as adversidades deste mundo.


O Concílio Vaticano II nos assegura que não é Maria quem faz milagres, mas ela pede a Deus para nos ajudar, como uma boa mãe (cf. LG 62). Este é o motivo de tantas aparições marianas em todo o mundo e os Santuários são o testemunho de como Deus continua a estar presente no mundo por meio de Maria.


Temos o consolo de ter em nossa Diocese, na cidade de Uruguaiana, um Santuário Mariano, consagrado à Nossa Senhora Conquistadora. Por isso, nos sentimos profundamente envolvidos pela convocação do Papa, ainda mais se considerarmos o momento difícil por que passamos, quando nossos hospitais estão atendendo muito acima de suas capacidades. A fé nos trará o conforto e a certeza da mudança deste quadro onde muitas vidas de amigos e familiares já foram ceifadas. 


Que resposta poderíamos dar ao Papa Francisco senão um sonoro e decidido SIM? Por sua natureza, nossas famílias são santuários de vida; assim, enquanto durar a pandemia, em família, ou mesmo nas comunidades e Santuários, haveremos de rezar diariamente a oração do terço pedindo pelo fim da Pandemia da COVID 19. Pois, “De toda a Igreja subia incessantemente a oração a Deus” (At 12,5).

Confira aqui a lista dos Santuários e as intenções para cada dia

 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas