FECHAR
 
 
46º Conselho Diocesano de Pastoral acontece em Uruguaiana

No sábado, 05 de março, aconteceu em Uruguaiana o 46º Conselho Diocesano de Pastoral com a presença de diversas lideranças da nossa Diocese. Um momento de Leitura Orante da Bíblia conduzido pelo padre Artur Friggi, abriu a reflexão do Conselho. O texto do Evangelho de Lucas 5, 1-11, que traz o episódio de Jesus pedindo para os seus discípulos lançarem  as redes de pesca em águas mais profundas, colaborou para que os participantes fizessem uma análise das ações pastorais nestes tempos ainda de pandemia. 


Na ocasião, o Coordenador Diocesano de Pastoral, padre Jonison Mallmann, destacou as luzes que já se tem diante dos desafios presentes, como a reorganização e criação das comunidades eclesiais missionárias que poderão dar continuidade nos encontros de reflexão com um Kit da Diocese para o Tempo Comum, que constará de um livreto de 12 encontros na dinâmica da Leitura Orante da Bíblia, acompanhado de uma pequena capela com a imagem de Nossa Senhora Conquistadora. Padre Jonison comentou também que a retomada dos planos paroquiais com as linhas de ação do “quê fazer”, “quem”, “onde”, “como” e “quando fazer”, é uma proposta bem concreta de luz para as nossas paróquias.


Sínodo 2021-2023


Padre Flávio Soares, falou sobre o Sínodo que já está acontecendo em sua etapa diocesana. “Toda a Igreja está convocada a percorrer este caminho do Sínodo. Por isso, não nos preparamos para um evento, mas uma oportunidade de assumirmos esta postura sinodal que é uma caminhada conjunta de Igreja que se prepara para a missão", destacou. 


Este sínodo possui um diferencial, pois é mais abrangente para a escuta uns dos outros devido ao seu tema “Para uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão” e por isso, possui três dimensões: comunhão, participação, missão, que se relacionam entre si. Na fase diocesana, há uma riqueza de escuta, pois haverá as discussões paroquiais, das pastorais, dos movimentos laicais. Essa fase fortalece o trabalho nas comunidades e a relação com a sociedade. 


O bispo diocesano , dom José Mário falou que desta vez terá uma mudança de método, onde ao invés de a Igreja simplesmente ensinar, ela quer escutar. "Sinodalidade faz parte da realidade das pessoas, vamos olhar para a nossa catequese, por exemplo, e vamos ouvir as crianças, ao invés de apenas ensinar", disse.  


Pastoral da Educação

A coordenadora diocesana da Pastoral da Educação e Cultura, Adriana Oliveira, trouxe os atuais desafios desta ação evangelizadora, como o enfraquecimento de muitas bases, pois durante a pandemia houve muitas perdas. "Vivemos um tempo de luto. Como vamos lidar com isso? O que precisamos mudar nas nossas práticas? A educação é responsabilidade de todos, da escola, da família, da Igreja, da sociedade", comentou. "Hoje precisamos pensar sobre quem está falando de Jesus para os nossos jovens? Quem está ensinando? Precisamos refletir que a pandemia pode nos dar lições e despertar compromissos", complementou.

Dom José Mário falou que a Campanha da Fraternidade deste ano de 2022, com o tema "Fraternidade e Educação" e o lema "Fala com sabedoria, ensina com amor” (Pr 31,26), veio para provocar as lideranças no sentido de organizar em todas as paróquias a Pastoral da Educação. Padre Jonison Mallmann partilhou que existe um trabalho da pastoral em conjunto com a 10ª Coordenadoria Regional de Educação, e que no dia 09 de março haverá um encontro com todas as direções das escolas estaduais para falar sobre a CF 2022. 

Santuário de Nossa Senhora Conquistadora

O integrante da equipe em prol da construção do Santuário Diocesano, Adir Mariano, falou sobre o atual quadro das contribuições para a construção, e lançou a proposta para que cada paróquia tenha uma equipe com a finalidade de falar e pensar sobre o Santuário. "Precisamos não somente construir a "Casa da Mãe", temos também o Casa de Formação, a qual servirá para muitos encontros e retiros. Sendo assim, precisamos aumentar a divulgação e a Equipe do Santuário se coloca a disposição para ir até às paróquias e fazer um trabalho de motivação", comentou o Mariano.

Ano Vocacional Diocesano

O coordenador do Serviço de Animação Vocacional, padre Aodomar Wandscher, falou sobre esse Ano Vocacional que será encerrado na Romaria Diocesana de Nossa Senhora Conquistadora, em outubro deste ano. "Todas as nossas atividades devem ser em chave vocacional, os momentos de festa, encontros, formações, e sempre precisamos lembrar da oração do ano vocacional. Precisamos criar uma cultura vocacional", disse padre Aodomar. 
 
Nova formação para Catequistas

Um dos destaques do 46º Conselho Diocesano de Pastoral, foi a nova formação para Catequistas, que ocorrerá numa quinta-feira de cada mês no formato on-line. Padre Pedro Navarro, referencial diocesano da catequese também comentou da mudança que ocorrerá na Catequese com Adultos, onde as inscrições serão no tempo da Quaresma, o Pré-Catecumenato durante a Páscoa, encerrando o processo na Quaresma do ano seguinte.

Confira fotos do Conselho Diocesano aqui.

 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas