FECHAR
 
 

Na próxima quarta-feira, iniciaremos mais uma Quaresma, ou seja, os 40 dias que antecipam a Páscoa Cristã. Trata-se de um tempo reservado para a conversão do coração (sentimentos), da mente (pensamentos) e das relações (atitudes). Converter-se é superar o individualismo e a indiferença, para atingir a solidariedade como compromisso de amor.

 

A Igreja, historicamente, propõe para este tempo exercícios espirituais definidos pelo Evangelho – esmola, oração e o jejum (cf. Mt 6,1-18) –, em vista de uma autêntica celebração da Páscoa de Jesus Cristo. A conversão interior deve atingir o cotidiano, como um jeito de ser e viver. O jeito de Jesus de Nazaré.

 

Desde 1964, a Igreja no Brasil promove, neste período, a Campanha da Fraternidade como um dos modos de viver a espiritualidade quaresmal. Muitas bênçãos já conseguimos com esta Campanha, que contribui para uma profunda mudança de vida. Não somente pedir perdão, mas também perdoar e trabalhar na construção de uma sociedade que corresponda à mensagem do Evangelho (cf. Mc 1,15).

 

A cada ano é escolhido um tema, que define a realidade concreta a ser transformada. Este ano o tema será: Fraternidade e Educação. Também foi escolhido um lema, que explicita em que direção se busca a transformação. A inspiração vem do livro dos Provérbios: “Fala com sabedoria, ensina com amor” (cf. Pr 31,26).

 

Com esta Campanha queremos “promover diálogos a partir da realidade educativa do Brasil, à luz da fé cristã, propondo caminhos em favor do humanismo integral e solidário”. Queremos também: a) Analisar o contexto da educação na cultura atual, e seus desafios potencializados pela pandemia. b) Verificar o impacto das políticas públicas na educação. c) Identificar valores e referências da Palavra de Deus e da Tradição cristã em vista de uma educação humanizadora na perspectiva do Reino de Deus. e) Pensar o papel da família, da comunidade de fé e da sociedade no processo educativo, com a colaboração dos educadores e das instituições de ensino. f) Promover uma educação comprometida com novas formas de economia, de política e de progresso verdadeiramente a serviço da vida humana, em especial, dos mais pobres. 

 

Oração da Campanha da Fraternidade 2022

 

Pai Santo, neste tempo favorável de conversão e compromisso, dai-nos a graça de sermos educados pela Palavra que liberta e salva. Livrai-nos da influência negativa de uma cultura em que a educação não é assumida como ato de amor aos irmãos e de esperança no ser humano. Renovai-nos com a vossa graça para vencermos o medo, o desânimo e o cansaço, e ajudai-nos a promover uma educação integral, fraterna e solidária. Fortalecei-nos, para que sejamos corajosos na missão de educar para a vida plena em família, em comunidades eclesiais missionárias, nas escolas, nas universidades e em todos os ambientes. Ensinai-nos a falar com sabedoria e educar com amor! Permitais que a Virgem Maria, Mãe educadora, com a sabedoria dos pequenos e pobres, nos ajude a educar e servir com a pedagogia do diálogo, da solidariedade e da paz. Por Jesus, vosso Filho amado, no Espírito, Senhor que dá a vida. Amém.


 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas