FECHAR
 
 
Vida: Dom e Compromisso

Com a próxima quarta-feira, chamada “Quarta-feira de Cinzas”, iniciaremos a Quaresma, tempo de preparação para a festa da Páscoa. Trata-se de uma ocasião favorável para revisar a vida e corrigir os rumos da caminhada cristã, tendo como referência e meta um autêntico seguimento de Jesus Cristo. 


A Quaresma propõe um caminho que conduza à vida nova revelada na Páscoa. Este caminho pede jejum, oração e esmola. O jejum ajuda a esvaziar-se de si e abrir-se ao outro. A oração é aproximação, nova relação, ocasião em que se é tocado pelo amor de Deus. A esmola é partilha de vida, cuidado amoroso; é encontro com o próximo, é exercício do compromisso.


No período da Quaresma, anualmente, a Igreja católica realiza a Campanha da Fraternidade. Seu objetivo é despertar a solidariedade dos seus fiéis e da sociedade em relação a um problema concreto que envolve a sociedade brasileira, buscando caminhos de solução. É coordenada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que a cada ano escolhe um tema, definindo a realidade concreta a ser transformada, e um lema, explicitando em que direção se busca a transformação.


Como em outros anos, a Igreja, buscando auxiliar a vivência do espírito da Quaresma, lança a CF 2020, com o tema “Fraternidade e Vida: Dom e Compromisso” e o lema “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”.


O objetivo geral desta Campanha da Fraternidade é: “Conscientizar, à luz da Palavra de Deus, para o sentido da vida como Dom e Compromisso, que se traduz em relações de mútuo cuidado entre as pessoas, na família, na comunidade, na sociedade e no planeta, nossa Casa Comum.”


E seus objetivos específicos são:


  1. a) Apresentar o sentido de vida proposto por Jesus nos Evangelhos;

  2. b) Propor a compaixão, a ternura e o cuidado como exigências fundamentais da vida para relações sociais mais humanas;

  3. c) Fortalecer a cultura do encontro, da fraternidade e a revolução do cuidado como caminhos de superação da indiferença e da violência;

  4. d) Promover e defender a vida, desde a fecundação até o seu fim natural, rumo à plenitude;

  5. e) Despertar as famílias para a beleza do amor que gera continuamente vida nova;

  6. f) Preparar os cristãos e as comunidades para anunciar, com o testemunho e as ações de mútuo cuidado, a vida plena do Reino de Deus;

  7. g) Criar espaços nas comunidades para que, pelo batismo, pela crisma e pela eucaristia, todos percebam, na fraternidade, a vida como Dom e Compromisso;

  8. h) Despertar os jovens para o dom e a beleza da vida, motivando-lhes o engajamento em ações de cuidado mútuo, especialmente de outros jovens em situação de sofrimento e desesperança;

  9. i) Valorizar, divulgar e fortalecer as inúmeras iniciativas já existentes em favor da vida;

  10. j) Cuidar do planeta, nossa Casa Comum, comprometendo-se com a ecologia integral.


Dom José Mário S. Angonese
Bispo de Uruguaiana

 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas