FECHAR
 
 
Padres da Diocese se reúnem para a Missa dos Santos Óleos e Renovação do Compromisso Sacerdotal

Na quarta-feira da Semana Santa, 17/4, os padres da Diocese se reuniram em Uruguaiana para a tradicional Celebração Penitencial, Missa dos Santos Óleos e Renovação do Compromisso Sacerdotal. O encontro que aconteceu inicialmente no Centro Diocesano de Formação, proporcionou momentos de convivência entre os padres e reflexão.


Após um almoço de confraternização, dom José Mário se reuniu com os padres para refletir sobre o significado do dia. Na sua fala destacou a vocação e missão do presbítero. "Quem nós somos? Homens chamados a serem sinais do divino, portanto, homens Santos", comentou. 


"É importante recordar que todos estamos em processo de santidade. Para isso, é preciso três atitudes: 1) subir ao monte, como antídoto contra a mundanidade. Subir cada dia no amor de Deus. Ou seja, uma viagem em direção ao Tabor da presença de Deus, destinando tempo pra aquietar o coração, serenar.  2) deixar-se transformar, pois a vida sacerdotal é um deixar-se transformar pela graça de Deus. 3) ser luz para o mundo, uma vez que a experiência do encontro com o Senhor nos envia na estrada com os irmãos", refletiu o bispo.


Ao fim da mensagem do bispo, houve um momento penitencial onde cada padre pode se confessar e assim, fortalecer o ministério através do Sacramento da Reconciliação. Logo após, na Catedral Diocesana aconteceu a Missa dos Santos Óleos, onde os padres renovaram seu compromisso sacerdotal e os óleos dos Catecúmenos (usados nos batizados) e dos Enfermos (para a Unção dos doentes) foram abençoados e o óleo do Crisma (usado no Sacramento do Crisma) consagrado.


Na homilia da Missa dom José Mário falou que esta a celebração é como o “Dia da Santificação do Clero”. "Muitas vezes quando um sacerdote ou um pastor comete algum erro, o mesmo é apontado como se todos tivessem errado. Isto quer dizer que tentam de qualquer forma denegrir a imagem do divino e não reconhecem o esforço dos demais padres em serem santos", comentou. Sobre o compromisso cristão, o bispo disse que nos tempos atuais é possível ser um cristão autêntico, mas é preciso fazer algumas renúncias para acolher melhor o ministério que é proposto através do batismo. "Devemos ser católicos com convicção. Determinados a viver a fé."


Por fim, reforçou o amor que precisamos ter pela Igreja: "amemos a nossa Igreja, nossos padres, pastorais...A Igreja caminha com os pés dos Padres, já dizia dom Cláudio Hummes, por isso, necessitamos rezar pelos nossos padres e pelas vocações."



Confira as fotos aqui.

 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas