FECHAR
 
 
Orientações da Diocese para o Domingo da Paixão e Semana Santa


COMUNICADO OFICIAL:
Orientações para o Domingo da Paixão e Semana Santa 2020

Aos Padres, Religiosas (os), Seminaristas e a todo Povo de Deus.

Este ano, diante da situação de pandemia mundial, celebraremos o coração da nossa fé cristã de um jeito diferente: recolhidos, mas expressando profunda comunhão e solidariedade com o nosso povo. Sendo assim, a partir das orientações da Sagrada Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, traduzidas pela CNBB, para as celebrações relativas ao Domingo da Paixão e à Semana Santa deste ano, em nossa Diocese de Uruguaiana fica determinado que:

1. DOMINGO DA PAIXÃO

-O Bispo, párocos e vigários paroquiais celebrem o Domingo da Paixão apenas na Catedral e nas Igrejas matrizes, somente com o número necessário de pessoas para auxiliar na liturgia, respeitando a distância mínima de segurança ditada pelos órgãos de saúde pública;
- Motivem os fiéis a colocar no portão ou na porta de casa (em lugar bem visível) alguns ramos. Durante a bênção dos ramos esse gesto seja considerado;
-Comuniquem aos fiéis os horários das celebrações e os convidem a estar em comunhão de oração. Onde for possível, as celebrações sejam transmitidas para que os fiéis possam acompanhar de suas casas;
-Motivem o compromisso com a Coleta da Campanha da Fraternidade, a ser realizada nos dias 14 e 15 de novembro, por ocasião do Dia Mundial do Pobre.

2. MISSA CRISMAL

-Fica transferida para o Encontro do Presbitério, previsto para os dias 12 e 13 de maio, em Uruguaiana.

3. TRÍDUO PASCAL

-O Bispo, párocos e vigários paroquiais celebrem os mistérios litúrgicos do Tríduo Pascal apenas na Catedral e nas Igrejas matrizes, somente com o número necessário de pessoas para auxiliar na liturgia, respeitando a distância mínima de segurança ditada pelos órgãos de saúde pública. Comuniquem aos fiéis os horários das celebrações e os convidem a estar em comunhão de oração. Onde for possível, as celebrações sejam transmitidas para que os fiéis possam acompanhar de suas casas.

3.1 Quinta-Feira Santa:

-Omite-se o lava-pés;
-No final desta Missa não se faz a procissão com o Santíssimo e o mesmo deve ser guardado no Sacrário, como de costume;
-Os padres de uma mesma paróquia concelebrem. 

3.2 Sexta-Feira Santa:

-Na Oração Universal seja feita uma oração especial pelos doentes que padecem a pandemia do Covid-19. Sugestão de prece na Oração Universal – entre a IX e a X prece:

IX. Pelos poderes públicos..

X. Pelos que padecem a pandemia do Covid-19

Oremos ao Deus da vida, salvação do seu povo, para que sejam consolados os que sofrem com a doença e a morte, provocadas pela pandemia do novo coronavírus; fortalecidos os que heroicamente têm cuidado dos enfermos; e inspirados os que se dedicam à pesquisa de uma vacina eficaz.

Reza-se em silêncio.

Depois o sacerdote diz: Ó Deus, nosso refúgio nas dificuldades, força na fraqueza e consolo nas lágrimas, compadecei-vos do vosso povo que padece sob a pandemia, para que encontre finalmente alívio na vossa misericórdia. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!

XI. Por todos os que sofrem provações.

-Os ritos solenes de adoração da Santa Cruz, bem como a coleta para os chamados “Lugares Santos”, estão transferidos. A CNBB sugere que esta coleta aconteço dia 13 de setembro, próximo a Festa da Exaltação da santa Cruz.

3.3 Vigília Pascal:

-Não se acenda o “fogo novo”, mas somente o Círio Pascal;
-Não se faça nenhuma procissão;
-Cante-se (ou reze-se) o Exulte, seguindo-se para a Liturgia da Palavra;
-A Liturgia da Palavra segue o modo breve: apenas 3 leituras com os salmos e orações respectivas, leitura da Epístola e o Evangelho correspondente;
-Na Liturgia Batismal, somente se faça a renovação das promessas batismais, seguindo-se para a liturgia eucarística.


Uruguaiana, 1º de abril de 2020.

Dom José Mário Scalon Angonese
Bispo de Uruguaiana 

 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas