FECHAR
 
 
Nova Comunidade de Consagrados em Uruguaiana

No próximo dia 13 de fevereiro terá início, em Uruguaiana, uma Comunidade de Consagrados da “Obra de Maria”, formada por três jovens rapazes, um paraguaio e dois brasileiros. Sua sede será no bairro Jóquei Clube e, a princípio, os consagrados atuarão nas comunidades São Cristóvão, São Francisco e Santo Inácio, pois este projeto foi acolhido pela Paróquia Nossa Senhora do Carmo e pela Catedral Diocesana.


O fundador da “Eis aí tua mãe – Obra de Maria”, Gilberto Gomes Barbosa, é pernambucano, nascido em 1968, na cidade de Surubim. É casado e tem três filhas. É graduado em Filosofia e Teologia pela Escola Teológica do Mosteiro de São Bento, de Olinda-PE. É também psicanalista clínico e pós-graduado em Psicanálise, além de escritor.


A cofundadora da referida Obra, Maria Salomé Ventura, é paraibana da cidade de Monteiro, é escritora e tem uma filha. Graduada em Turismo pela Universidade Católica de Brasília, é ainda psicanalista clínica e pós-graduada em Psicanálise.


A Comunidade “Obra de Maria” é uma associação privada de fiéis, de direito diocesano, nascida da corrente de graça conhecida como Renovação Carismática Católica. Seus membros são chamados a “evangelizar de todas as formas com alegria” à serviço da Igreja Católica. A “Obra de Maria” celebrou, em janeiro último, 30 anos de ação evangelizadora.


O objetivo da Comunidade, na expressão do fundador, é “sempre contribuir, servir e evangelizar. (...) Nosso compromisso é de plena comunhão com a Igreja local. Nosso carisma é servir ao Senhor com alegria, em comunhão com o bispo e o pároco local. Não realizamos uma única missão, mas estamos abertos para a necessidade da igreja local. Nossos estados de vida são sacerdotes e leigos consagrados celibatários, solteiros e casais, no total de mais de 3 mil missionários e 37 sacerdotes. Estamos em 31 países e em diversos estados brasileiros. Da diocese esperamos apenas a acolhida, pois nosso compromisso é de plena comunhão. Além da evangelização, nosso carisma se preocupa com a dimensão social, que são os pobres. Estamos à disposição para servir na diocese”.


A comunidade do bairro Santo Inácio lembra com saudade de quando as Irmãs Missionárias de Jesus Crucificado lá atuavam. Por isso, recomendamos aos jovens missionários para que, em sintonia com as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, reorganizem as pequenas comunidades, os grupos de reflexão, tendo sempre como eixo a Palavra de Deus. 


Vamos acolher estes jovens consagrados e rezar para que seu ministério produza os frutos esperados.


Agradecemos à comunidade do Carmo pela campanha para organizar a casa em que os missionários farão residência. 


Que Jesus, o missionário de Deus Pai, abençoe esta missão e os jovens missionários!


Dom José Mário Angonese

Bispo de Uruguaiana


 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas