FECHAR
 
 
Movimento EPC celebrou 40 anos em nossa Diocese

  1. O domingo, 18 de novembro, foi marcado pela celebração dos 40 anos do Movimento EPC (Encontro de Pais com Cristo) em nossa Diocese. Este festejo histórico foi vivido em oração, convívio e reflexão, na cidade de Santiago. A assessoria do encontro ficou por conta do casal João Carlos e Eliane Reolon, do EPC de São Borja, e abordaram o tema: “A importância do EPC na Família e na Igreja”. 

  2. O Grupo unidos pela família, de Santiago,  fizeram a espiritualização inicial a partir do Evangelho de Jo 15, 7-17, que traz a importância de permanecer no amor de Jesus. Dom José Mário fez a abertura do encontro e destacou a necessidade de encontros como estes, que favorecem o fortalecimento e a continuidade de um grupo. “Quarenta anos é simbólico na Bíblia. Indica uma geração. Mas, é preciso que este encontro não aconteça apenas a cada quarenta anos, pois se não o movimento acaba. Assim, estes quarenta anos servem para avaliarmos a caminhada do movimento em nossa Diocese e seguir em frente", destacou o bispo.

  3. Falando sobre a importância do EPC na Igreja, dom José Mário comentou: “Quantas famílias se salvaram por causa dos movimentos da nossa Igreja!? E hoje se fala ainda mais de uma “Igreja em saída". Por isso, um movimento eclesial não pode se fechar em si mesmo. Para continuar salvando precisa sair, ir ao encontro. Ser família em saída.” 

  4. Dentro do tema que o casal João Carlos e Eliane Reolon refletiram, eles fizeram a pergunta “Em que mundo somos convidados a anunciar o EPC!?" e trazendo a realidade de hoje falaram que o anúncio se faz num mundo de indiferença, fanatismo, relativismo, secularismo, individualismo e de desvalorização da família. "Aí está a importância do EPC. Em valorizar a família. Pois, destruir a família é destruir a sociedade", falou o casal. 

  5. Ainda sobre o tema, João Carlos e Eliane perguntaram: "E qual a importância do EPC na Igreja!? A alegria de estarmos juntos produz efeitos para a Igreja, nos eventos, ministérios, comunidades, na Catequese Batismal, na Liturgia, Projeto IVC (Iniciação a Vida Cristã), curso de noivos, Pastoral do Bom Pastor (casais de segunda união) e outros. Eis a importância, na participação da vida de Igreja"
  6.  
  7. No encontro também houve partilha de experiências a partir dos testemunhos dos casais Alex e Paula (São Borja), Sidnei Luís e Marleni (Itaqui), Edinho e Patrícia (Alegrete), Maria de Lourdes e Pedro (Uruguaiana) e Telmo e Margarete (Santiago).

  8. Padre Jonison Mallmann, coordenador diocesano de pastoral, reforçou a necessidade do movimento EPC se sentir Igreja e Diocese, e assim, não caminhar isolado. "Como marco histórico, este encontro que celebra os 40 anos do EPC em nossa diocese, deixa claro o sentimento de pertença diocesana e dá início a muitos outros encontros e reuniões diocesanas do movimento", falou padre Jonison. O padre ainda anunciou a data do próximo encontro, que será dia 01 de setembro de 2019, em Alegrete.

  9. A festa se encerrou com a celebração da Santa Missa, presidida por dom José Mário e concelebrada pelos padres presentes. Na ocasião, o bispo anunciou o novo Padre referencial do movimento EPC na diocese, que será o padre Guilherme Schmidt de Lima.

Confira as fotos aqui.


 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas