FECHAR
 
 
Domingo do Bom Pastor

O quarto domingo da Páscoa é o Domingo do Bom Pastor, dia da Jornada Mundial de Oração pelas Vocações. Já estamos na sua 57ª edição, desde que o Papa Paulo VI motivou esta atividade para enfrentar o problema das vocações. 


Diante o problema vocacional Jesus deu uma única recomendação: “Pedi ao Senhor que mande operários para a sua messe” (Mt 9,38). Caminhando ao encontro de tal solução, Dom Mario Spaki, bispo de Paranavaí, quando secretário executivo do Regional Sul 2 da CNBB, do Paraná, motivou a campanha “Cada comunidade uma nova vocação”. Esta campanha já está esparramada por quase todo o Brasil. 


O objetivo da campanha: Rezar pelas vocações. Em todos os encontros/reuniões da Igreja, começar ou terminar com uma dezena do rosário pelas vocações: nas Assembleias dos Bispos, reuniões de Clero, Conselhos de Pastoral, encontros da Catequese, Movimentos e Organismos. É importante recordar, por isso, de rezar ao menos, uma Ave Maria na intenção das vocações. Também, usar as Redes Sociais: publicar vídeos breves, testemunhos de vida cristã, presbiteral, religiosa e laical (todas as vocações). Foi composto um Hino para ajudar na divulgação da Campanha: “Maria, Mãe de todas as Vocações”. Também foi criado um site oficial com o mesmo fim.


Uma atitude muito importante é falar bem das vocações. Motivamos os jovens a serem protagonistas nesta atividade, para que sejam os divulgadores desta ação evangelizadora. Isso será feito por meio de vídeos que eles farão, trazendo testemunhos das mais diversas vocações. Jamais falar mal dos vocacionados que enfrentam dificuldades em seus processos vocacionais. Valorizar muito as conquistas vocacionais como ordenações, profissões perpétuas e casamentos que fazem tudo conforme recomenda a Igreja.


Um ponto-chave é o convite direto, olho no olho. Esta atividade tem um melhor desempenho quando nas paróquias existe alguém responsável, preferencialmente que seja uma Equipe. Sua missão será convidar os jovens a participar de encontros vocacionais.


O Serviço de Animação Vocacional (SAV), em nossa Diocese, está sob a responsabilidade dos Seminaristas Maiores e o seu Reitor, Pe. Aodomar Wandscher. Para visitar as famílias dos vocacionados, em acompanhamento, está ao encargo do Pe. Irineu Machado.


Para que surjam vocações é muito importante que haja em nossas famílias, comunidade, paróquias, enfim, na Diocese toda o chamado: Clima Vocacional. Trata-se de um ambiente favorável onda haja carinho e respeito por todas as vocações. Pois todas tem o carácter do sagrado, procedem de Deus. 


Recomendamos que todas as comunidades organizem o grupo dos coroinhas, onde eles existem o clima é favorável. Pois há uma convivência próxima do mistério. Lugar onde as crianças e jovens conseguem ouvir melhor a voz de Deus que continua a chamar.


De grande valor para o clima vocacional são as coletas que nossas paróquias já fazem, como também a taxa mensal, para manter o Seminário e os seminaristas. A todos que contribuem para com as vocações, oração ou recursos, nossa GRATIDÃO.


Dom José Mário Scalon Angonese

Bispo de Uruguaiana


 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas