FECHAR
 
 
Agosto: Mês Vocacional

“Não fostes vós que me escolhestes; fui eu que vos escolhi …” (Jo 15,16)


A Igreja Católica dedica o mês de agosto para refletir e celebrar as vocações: sacerdotal, diaconal, religiosa, familiar e leiga. É um mês no qual se intensifica ainda mais a oração pelas vocações e os ministérios, de forma a pedir a Deus os operários que a Igreja precisa.


Primeiro Domingo – Vocações Sacerdotais e Dia do Padre. “Vinde após mim, e eu farei de vós pescadores de homens” (Mt 4,19). Pelo sacramento da Ordem, o próprio Jesus Cristo, Filho de Deus, o Sumo Sacerdote, chama, prepara e envia em missão a fim de reconciliar toda a humanidade com Deus. Ao padre compete ser pastor e pai espiritual para todos sob sua responsabilidade. Pela caridade pastoral, ele deve ser sinal de unidade e contribuir para a edificação e crescimento da comunidade, de forma que ela se torne cada vez mais atuante e verdadeira na vivência do Evangelho.


Segundo Domingo – Vocação Familiar e Dia dos Pais. Na segunda semana, celebramos a vocação ao Matrimônio, juntamente com a Semana da Família. É uma urgência dos nossos tempos a redescoberta da beleza deste sacramento e dos valores familiares, tão atacados e desfigurados. O Pai na família é fundamental. Seu papel de educador, em colaboração com a mãe, é um dos pilares da unidade e bem-estar familiar cujos frutos são filhos bem formados e conscientes do que significa ser cristão e cidadão. 


Terceiro Domingo – Vocações Religiosas e Dia da Vida Consagrada Religiosa. É a beleza de entregar a própria vida a um modo específico de consagração, assumindo os conselhos evangélicos da pobreza, castidade e obediência sempre em comunidade. Perseverantes, os religiosos estão a serviço do Povo de Deus por meio da oração, das missões, da educação e das obras de caridade. Com sua vida consagrada, eles demonstram que a vida evangélica é plenamente possível de ser vivida, mesmo em mundo excessivamente material e consumista. São sinais do amor de Deus e da entrega que o homem é capaz de fazer ao Senhor.


Quarto Domingo – Vocações Leigas e Dia dos Ministérios Leigos. É o povo sacerdotal que pelo sacramento do Batismo faz a construção do reino de Deus acontecer. Os leigos e leigas atuam como colaboradores dos padres: na catequese, na liturgia, nos ministérios de música, nas obras de caridade e nas diversas pastorais e movimentos existentes. São, sobretudo, testemunhas do Evangelho da alegria, que, no local de trabalho, na família, na comunidade, na escola, no ambiente social esforçam-se por santificar a cidade dos homens no caminho de volta ao lar, aos braços do Pai.


O serviço de animação vocacional é uma urgência pastoral: o projeto “Cada comunidade uma nova vocação” é ininterrupto. O Senhor os chama, não ofereçam resistência, confiem n’Ele. Lembrem-se sempre do que Senhor promete “àqueles que deixam as redes e o barco para O seguir, promete a alegria duma vida nova, que enche o coração e anima o caminho”, nos diz o Papa Francisco.


Dom José Mário S. Angonese

Bispo Diocesano


 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas