FECHAR
 
 
33ª Assembleia Diocesana planejou o Ano Pastoral 2019.

Nos dias 09 e 10 de novembro, aconteceu em Uruguaiana, a 33ª Assembleia Diocesana de Pastoral. Na abertura Dom José Mário destacou a importância de uma Assembleia Diocesana pra pensar e planejar a vida pastoral de uma diocese. A assessoria ficou por conta da Ir. Maria Aparecida, de Porto Alegre, que refletiu sobre o tema do Ano Pastoral 2019.

Animação Bíblica da Vida e da Pastoral

Ir. Maria Aparecida, através da Leitura Orante do Evangelho de João 15, 1-17, introduziu o tema do Ano Pastoral 2019 que será “Animação Bíblica da Vida e da Pastoral”. Através de perguntas aos participantes a irmã ajudou a pensar o tema que guiará toda a caminhada pastoral na diocese a partir do ano que vem. “O que pensamos quando alguém fala da animação bíblica da vida e da pastoral? É pensar na Bíblia como centralidade de tudo e falar de um modo de ser, pois o cristianismo nasceu em torno da Palavra, conforme o livro de Atos 2”, destacou Ir. Aparecida.

“Alimentar-nos da Palavra para sermos servos da Palavra e trabalho da evangelização” (NMI, n. 40), reforçou a irmã, destacando a Carta Apostólica Novo Millennio Ineunte, do São João Paulo II. Recordando os demais documento da Santa Sé, Dei Verbum, A interpretação da Bíblia na Igreja e Verbum Domini deram base a reflexão da animação bíblica na Igreja. Assim, desde o Concílio Vaticano II, por meio da Constituição Dogmática Dei Verbum, os bispos vem destacando a Bíblia, como lugar do encontro, da experiência da fé, do pertencimento eclesial e da missão.

Refletindo a leitura bíblica de At 8,26-40, onde o apóstolo Filipe encontra o Eunuco querendo aprender sobre a Sagrada Escritura, Ir. Aparecida afirmou: “Podemos dizer que nesta passagem bíblica encontramos um povo sedento da Palavra de Deus, representado pelo Eunuco, e de outro lado encontramos comunidades desejosas de chegar até o povo sedento, de oferecer o querigma, na pessoa do apóstolo Felipe”

A conclusão da reflexão sobre o tema pastoral 2019 foi feita através de trabalhos em grupos, onde se destacaram sugestões de pistas de ação, como criar grupos de famílias, revitalizar a Pastoral do Dízimo como sinal de pertença e Formação Bíblica para as lideranças.

Lema, Canto Litúrgico e Sinal de Unidade do Ano Pastoral 2019

A partir das contribuições que vieram das paróquias a Coordenação Diocesana de Pastoral apresentou as propostas do lema do ano pastoral. O lema eleito por votação foi “Em atenção a Palavra de Deus, formar comunidades”, inspirado em Lc 5, 1-11. O lema ainda vai ser estudado e terá alguma alteração até a sua versão final. A "Bíblia é a Palavra de Deus" e "A tua Palavra é fonte de vida" ficaram como cantos litúrgicos e o Sinal de Unidade, a Leitura Orante e Grupos de Família.

Pastoral da Educação, Comissão Diocesana e Projeto Santuário

A Adriana Arcerito e Pe. Alvano Freitas falaram sobre a organização da Pastoral da Educação na Diocese a fim de ser uma presença evangelizadora e cuidadora no ambiente da educação.

Pe. Jonison Mallmann abordou a organização da Comissão Diocesana de Iniciação a Vida Cristã (IVC), que visa convidar agentes para garantir a unidade no processo de formação; organizar o Itinerário Catequético Diocesano (catequeses catecumenais); elaborar o subsídio da Catequese Matrimonial, em conjunto com os agentes da Pastoral Familiar e auxiliar na elaboração dos subsídios (materiais) diocesanos.

Pe. Artur Frigi e Geovane Cravo lançaram o Projeto Santuário Diocesano de Nossa Senhora Conquistadora. O projeto pretende constituir as condições necessárias para angariar fundos na construção do Santuário. Geovane Cravo destacou a importância de se formar equipes nas paróquias para a captação de recursos e destacou uma das inciativas, que é a parceria com a Cooperativa de Crédito Sicredi que viabilizará os boletos de contribuição mensal para os fiéis.

Evangelização da Juventude e Integração dos Movimentos Eclesiais

Pe. Aodomar Wandscher, Ir. Zenilde Fontes e Gabriela Lemos, falaram sobre o Setor Juventude, que tem a missão de animar as juventudes das paróquias. Recordaram as atividades que foram feitas na Diocese ao longo do ano de 2018 e apresentaram as ações e propostas para o ano de 2019, entre elas a formação de assessores e os encontros para grupos de Crisma na etapa da Mistagogia já disponíveis na internet pelo link: https://drive.google.com/file/d/1Ir_vwwgt0BS9dpWwBJX-k7uQE4vmquds/view?usp=sharing

Pe. Jonison apresentou a proposta de Integração dos Movimentos Juvenis para 2019, com eventuais adaptações do retiro e pós retiro do JEM (Juventude em Movimento), tendo em vista os temas: inserção comunitária, vida sacramental e vocações. Dentro desta sugestão ainda serão realizados encontros específicos com o grupo ABC (Amigos em Busca de Cristo) e os Movimentos Juvenis ligados ao EPC (Encontro de Pais com Cristo) para análise do retiro (conteúdo/metodologia), dos cursos, para contemplar também os três temas.

Catequese Matrimonial, Pastoral Familiar e Pastoral Judicial

Pe. Guilherme Schmidt, que a partir do ano que vem será o referencial da Pastoral Familiar, expos através da coleta de informações enviadas pelas paróquias, o atual esquema do encontro de preparação de noivos e a avaliação da eficácia dos encontros. Apresentou as lacunas existentes e as sugestões para a preparação ao Matrimônio com inspiração catecumenal que terá os tempos: Pré-Matrimônio, Celebração do Matrimônio, Pós-Celebração. A Catequese Matrimonial começará em agosto do ano que vem, na Semana Nacional da Família.

Pe. Flávio Bordão abordou sobre a Pastoral Judicial que se trata de um desafio proposto pelo Papa Francisco, como uma forma simples e carinhosa para aproximar mais os fieis do Tribunal Eclesiástico. Este tribunal é um serviço judiciário da Igreja e que precisa ser realizado por todas as dioceses. Os processos de nulidade matrimonial são tratados por esta pastoral.

A Assembleia Diocesana encerrou com a apresentação da Missão Diocesana 2019 e a Agenda Diocesana 2019. A missão diocesana tem por objetivo proporcionar uma experiência missionária aos Agentes de Pastoral das diversas paróquias da Diocese. A missão acontecerá em duas etapas, na véspera do Encontro Diocesano de Comunidades e em vista da Romaria Diocesana.

A celebração da Santa Missa de conclusão foi presidida pelo bispo diocesano e concelebrada pelos padres da diocese.

Confira as fotos aqui.


 
Indique a um amigo
 
 
Notícias relacionadas